Seja um seguidor deste blog. Que tal?

Central Blogs

Numeros de postagens e comentários

por Mega Fire M.F

Blogueiros e não blgueiros

Dia e horas

Seguidores

Pesquisar

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Sobrevivencia: Uma decisão.


Olá meus prezados amigos, colegas, visitantes blogueiros e não blogueiros. Hoje, sexta- feira chuvosa. Pelo menos aqui. Inicio de final de semana. Para alguns, dois dias de descanso na praia, na fazenda, em casa com a família  Tudo beleza com vocês? Espero que sim. Que enrolação né. É,  mas deixando ela de lado  vamos ao que interessa a mim e a vocês. Vamos ao assunto- tema. Qual?
Sobrevivência: Morrer e viver.
Dando uma introdução.
A internet através de fotos, fez-me pensar um pouco sobre este assunto e expo-lo aqui. Fotos interessantes e impressionantes. Fotos que mostram o lado, não sei se racional ou irracional, dos animais. Animais "inferiores" selvagens, mais predadores que estão na ponta da cadeia alimentar ou quase. Deve ter um acima deles. Só, e só, o animal que se rotulou superior. Senhor de tudo. Que animal é esse? Não preciso dizer. Todos sabemos. Vocês estão entendendo o que quero dizer? Talvez sim, talvez não. Ainda. Vou continuar.
Da introdução à continuação.
Fotos que pego na net e ponho em meu outro blog. Mas aqui , eu escrevo. Escrevo que, e por que nós não pegamos os exemplos que eles nos dão. Eles matam por quê e para quê?  E nós? Eles matam os da mesma especie? E nós? Quais os motivos deles matarem? Os motivos deles são verdadeiros, nescessarios e agem, principalmente, por instintos. Quais instintos? O  maior e mais importante de todos. Quais os nossos motivos? Os nossos.....Ai depende de cada um e de cada momento. Será? Nós podemos decidir. Nós "raciocinamos" apesar de termos instintos. Nós vemos e fazemos o que nos colocaram de certo e errado e escolhemos o lado. Que lado? O racional ou o instinto?
Para finalizar.
 E agora? Mas uma vez pergunto:  Que lado?

Escrito por mim

6 comentários:

Crista disse...

Os animais matam por instinto,para comer ou sobreviver e deixam sua cria muito fraca para a vida dura da floresta morrer a mingua(não matam seu filhote,deixam a própria sorte)...eles não "planejam".
O ser humano mata pelo simples prazer de matar,matam seus filhos,os abandonam(saudáveis)em lixeiros,asfixiados e de várias maneiras,exterminam a própria família,se drogam(animal irracional não o faz)e os chamados "normais"só se horrorizam com essa atitude.
Que lado tu escolhes????

Luís Coelho disse...

Os animais matam para sobreviver.
O homem não deixa de ser um animal e muitas vezes se porta de modo bem pior que os restantes animais.

Tudo na vida se adaptou mas em muitas situações retrocedemos mais do que a maioria dos animais selvagens.

As guerras são o exemplo mais claro.

Ana Bailune disse...

Acho que eu fico no meio. Precisamos de um instinto controlado pela razão.

tesco disse...

Penso que, basicamente, os fatos estão sendo analisados de um modo parcial e pouco profundo.
Afinal, o que vem a ser "racionalidade"?
Na acepção mais comum é analisar os dados e escolher a opção mais vantajosa.
Mas esta não a acepção verdadeira, essencial, fundamental.
O básico da racionalidade é analisar e escolher. Somente isso. Assim, não fica excluído o aspecto "erro", e o erro é parte essencial de todo resultado de uma escolha.
Lembrem que um animal qualquer não tem que analisar coisas abstratas (isso nem entra no seu universo), não tem que acrescentar ética às suas ações, não tem que julgar. Sua única obrigação é avaliar "se vai dar certo ou não".
Não estou defendendo as mãs ações do homem, estou defendendo o seu direito de errar, coisa que o animal não tem, pois não tem que escolher.
E"rrar é humano", diz o provérbio, e não "Errar é animal".
_Abraço.

Paula disse...

Obrigada pela visita!
Como já alguns disseram, os animais matam por necessidade, para sobreviverem ao passo que o ser humano, muitas vezes mata por maldade. Infelizmente...
Boa semana!

may lu disse...

Obrigado pela visita... Acho que a humanidade tem certa tendência para a autodestruição... Estamos caminhando dentro de um círculo vicioso, onde os valores estão ficando esquecidos. Graças a Deus ainda podemos escolher entre o bem e mal... Mas infelizmente chegamos a um ponto que o mal está se sobressaindo, estamos sendo atingidos indiretamente pela sua faceta. Afinal somos uma parte de um todo, fazemos parte do mesmo sistema fraudulento... Camadas e camadas de hipocrisia revestindo toda uma sociedade. E pensando dentro da lógica do raciocínio, temos sim direito de errar... Mas até que ponto se negligenciará o lado bom de cada um? E tenderá para o erro... Somos mesmo uma civilização? Podemos dizer com orgulho que somos civilizados? Infelizmente acho que não. Abraços...