Seja um seguidor deste blog. Que tal?

Central Blogs

Numeros de postagens e comentários

por Mega Fire M.F

Blogueiros e não blgueiros

Dia e horas

Seguidores

Pesquisar

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Soneto da vida



Bêbê é aquela coisinha
Que ao nascer
Vê sua mãezinha agradecer
Por vê-lo bem bonzinho.

Menino é o bêbê crescendo;
Que fala e anda;
Faz travessuras e levando
Bronca sai correndo.

Jovem e adulto:
Duas gerações em conflito;
Um está na farra... o outro aflito.

Velho! Por tudo isso já passou;
Volta a ser aquele serzinho
Que os filhos deixam com outro velhinho.

Escrito em 1979  

6 comentários:

Doroni Hilgenberg disse...

Da vida de criança á de adulto e depois ä velhice, é um pulo. Feliz de quem sabe viver. bjs

Denise disse...

Lindo blog, parabéns!! Agradeço a visita e vou seguir o seu. Abraços!!

Helena disse...

É o ritmo natural das coisas...
Não tão natural assim quando um filho não tem a paciência suficiente pra cuidar de um pai, não é?
Tudo muito bonito aqui!
Abração profcê!

isa disse...

Obrigada pela visita!
Curioso o seu poema sobre os vários momentos da Vida!
Beijo.
isa.

Solange disse...

gostei!!

bjs.Sol

Vivian disse...

...perfeito!

bj