Seja um seguidor deste blog. Que tal?

Central Blogs

Numeros de postagens e comentários

por Mega Fire M.F

Blogueiros e não blgueiros

Dia e horas

Seguidores

Pesquisar

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Matar e morrer na escola I



Olá blogueiros e  não blogueiros do Brasil e do mundo.
O assunto? Ainda estou a pensar qual será?  Brincadeira.
De quem e a culpa? Culpa?.....
Como devem está sendo dada essa noticia em outros países?
Assassinatos e tentativas de mortes em escola de um país da América do Sul. Que país? País considerado de terceiro mundo com acontecimento visto, somente, em países de primeiro mundo. E agora o que fazer depois do acontecido. Quem é ou são as vitimas ou culpados? Coitados de quem? De quais famílias?
Por que fazer sensacionalismo com um fato sério. Todos sabemos quem é culpado e quem são as vitimas. Não podemos mudar a ordem: As vitimas e o assassino, mas parece que é o que estão querendo. As asssassinas e a vitima. E não é a primeira vez.
De culpado à inocente "doente"!?....
Vamos parar de arrumar razões para o que não há razão. Há somente o fato. E o próprio fato diz tudo. Só existe um culpado. Os motivos? Bestiais.

Escrito por mim 

4 comentários:

Katia Cristina disse...

Meu filho estuda em colégio municipal no rj e tenho um amigo na direção dessa escola!
Tenho medo disso, pois já vim para a zona rural do rj fugindo da violência e agora não sei mais o que pensar disso tudo!
Realengo não é um bairro violento!
Vou a Sepetiba todo sábado!
Estou com medo!
Já tive síndrome do pânico e estou com medo de voltar a ter!

tecas disse...

Não existe explicação para actos bestiais. Só o homem mata por prazer.
Com acontecimentos trágicos como este,( infelizmente não é único) desejo ser animal irracional.
E não consigo compreender, como é que, quando é para se fazer justiça, é tudo doença.
Parabéns pelo seu texto e pelo seu blog, brasileiro orgulhoso do seu blog:)
Abraço amigo

Gilmar Morais disse...

Ainda que tanta dor espalhada nos faça refletir sobre a nossa condição humana de seres falíveis, por vezes egoístas, traiçoeiros ou desgraçadamente injustos, não se pode abdicar desde mesmo ser humano... Não se pode desistir da humanização que constitui essa teia que nos envolve...

É preciso sim, fazer valer a justiça. É preciso sim, resgatar a cidadania vilipendiada e "vendida" a engravatados engomadinhos, larápios políticos. É preciso sim, alimentar a esperança e a fé, apostando no amor convertido em generosidade, bondade, disponibilidade... Essa é a crença que deve nos mover, ainda que a dor faça sangrar.

Gostei do seu espaço. Já estou seguindo. Será muito bem recebido lá no Caminhar e, claro, ficarei feliz se também quiser seguir.

Meu abraço!

Natália Rocha disse...

Nossa!
Concordo com tudo que você diz!
A mídia faz de um fato tão lastimável um meio de fama, de ganhar dinheiro.
Procuram meios de fazer uma análise, de pintar um assassino como um 'inocente de problemas mentais', pra mim ele não passa de uma pessoa cruel e perversa, que em consciência de seus atos planeja um crime torpe, nojento.
O Brasil precisa pensar em meios de fazer da escola um meio de crescimento, conhecimento apenas, formando não só estudantes, mas cidadãos de bem.

Gostei imensamente do teu blog!

Beijo!